quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O Paradigma Ético-Estético-Político em Esquizoanálise


3 comentários:

Dioniso disse...

Belo, tenho apenas dúvidas nas enunciações de tendência colectiva potenciadas pela política.

rfelipe disse...

Sim, meu caro Dionisio, tens razão em colocar sob dúvida enunciações de tendência colectiva potenciadas pela política, pois aí encontra-se um grande desafio para nós: A tendência no jogo de formas e forças é a vitória do individual em detrimento ao coletivo.

Manuel Carreiro disse...

Tem série nova ávida por novos diálogos. E a série meio que dialoga com este seu post.

Que 2010, enfim, comece!